Lipoaspiração / Lipoescultura

abdomen-horizontal

 

Lipoaspiração

A lipoaspiração é um procedimento utilizado para remover gordura de determinadas áreas do corpo. Ele consiste na retirada da gordura em excesso através da sucção com cânulas especiais, inseridas por pequenos orifícios criados em posições estratégicas.

A gordura localizada é removida, melhorando o contorno corporal e reduzindo medidas. A lipoaspiração pode também ser combinada com procedimentos de mama, abdômen e/ou face.

A grande novidade é que as células de gordura aspiradas, após processo específico, podem ser utilizadas como “células tronco” para enxertia em diversas partes do corpo, principalmente nos glúteos e na face. Isso é o que definimos como LIPOESCULTURA, pois retiramos gordura de locais indesejados e aproveitamos para aumento, rejuvenescimento e corrigir depressões de outras áreas.

O procedimento é indicado para corrigir depressões antiestéticas em várias regiões do corpo, sendo comumente utilizada para melhorar o contorno, aumentar e elevar a região glútea. A lipoescultura consiste na retirada de gordura de partes do corpo em que ela esteja em excesso para colocar em regiões em que há falta. A melhora na silhueta corporal é grande, obtida pela harmonização da distribuição da gordura pelo corpo.

Ao contrário da lipoaspiração, na lipoescultura não há desperdício do material retirado, pois são realizados lipoenxertos nas regiões desejadas. Uma grande vantagem da lipoescultura é que, como se trata de material próprio da paciente, não há rejeição. É preciso lembrar de que há uma reabsorção de aproximadamente 30% da gordura que foi enxertada com o passar do tempo.

O paciente que vai fazer a Lipo tem que estar próximo do peso ideal já que esta não é uma técnica de emagrecimento. A lipoaspiração é indicada para retirar aquelas gorduras que não saem mesmo após emagrecimento ou exercícios físicos. As regiões mais comumente tratadas são o abdômen e os flancos.

A Lipo pode ser realizada também em regiões como cintura, quadril coxas, braços, costas, face e glúteos, submento, joelhos e culotes. A lipoaspiração é indicada para pessoas que apresentam gordura localizada em diferentes regiões do corpo como os famosos” “culotes” ou “pneuzinhos”.

Indicação

A Lipo é indicada para pessoas relativamente em forma, mas que não conseguem se livrar da gordura localizada, presente em algumas partes do corpo.

Anestesia

A anestesia mais adequada depende da avaliação médica e do paciente. Na lipoaspiração, as opções são anestesia local com sedação e anestesia geral.

Cirurgia

Pequenas incisões serão feitas e uma cânula será inserida no local. Com o auxílio de um aparelho a vácuo, a gordura será sugada. Faço uso da técnica de lipoaspiração intumescente, que infiltra um grande volume de uma solução de soro, adrenalina e anestésico antes de aspirar a gordura. Essa solução reduz o trauma e sangramento do local, o que se traduz em menos edemas no pós-operatório.

Em alguns casos, para melhores resultados é preciso realizar cirurgias adicionais para retirada do excesso de pele. A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica limita que o máximo de gordura a ser removido em um procedimento de lipoaspiração é de 7% do peso corporal do paciente.

Recuperação

Deve-se fazer repouso por 7 dias, que não precisa ser absoluto, após a lipoaspiração. Se a Lipo for pequena, não há necessidade de afastamento das atividades habituais e do trabalho e o paciente já está liberado no dia seguinte. Na lipoaspiração de maior porte, as atividades cotidianas podem ser retomadas em uma semana.

Os exercícios físicos estão liberados em 15 a 30 dias, dependendo da região em que foi realizada a lipoaspiração. É indicada a drenagem linfática no pós-operatório e uso de cinta elástica por 30 dias.

Após o procedimento, o paciente deverá usar uma cinta elástica, que ajudará a reduzir o inchaço e a redefinir os novos contornos. A cinta compressiva deverá ser utilizada durante os 30 dias que seguem a cirurgia.

Sessões de drenagem linfática são bastante eficazes no processo de recuperação, fazendo com que os edemas e o inchaço desapareçam mais rapidamente. A drenagem linfática já pode ser iniciada no dia seguinte à lipoaspiração. Para melhores resultados, o ideal é que sejam feitas entre 10 e 20 sessões. Além de acelerar a recuperação, as sessões de drenagem linfática evitam a formação de “fibroses”, que são decorrentes da cicatrização ocorrida embaixo da pele.

Além do inchaço e das feridas no local operado, é normal que o paciente sinta um certo desconforto nos primeiros dias. A sensação melhora progressivamente ao longo das primeiras semanas e os resultados completos podem levar até 3 meses para serem vistos. É importante que o paciente evite exposição ao sol nos primeiros 2 meses, pois a pele pode ficar manchada.